• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

HORÁRIO DE ATENDIMENTO:

SEGUNDA A SEXTA-FEIRA | 10:00 ÀS 17:30

HT HAPPY TRAVEL - OPERADORA E RECEPTIVO DE TURISMO

AV. SÃO FRANCISCO, 565 - CÓRREGO FERREIRA

BRUMADINHO  |  MINAS GERAIS  |  35460-000

+55 - 31 4117-0333     +55 31 99949-7969 (PLANTÃO)

CADASTUR - AGÊNCIA DE TURISMO | 11.039908.10.0001-8

CADASTUR - TRANSPORTADORA TURÍSTICA | 11.039909.30.0001-1

PELOS CAMINHOS DA ESTRADA REAL

Passeios e Roteiros de encher os olhos, de ajudar a entender um pouco da formação de nosso país e de ser um show de gastronomia e belas paisagens, visitar as cidades históricas de Minas Gerais deveria ser uma obrigação aos brasileiros. As cidades possuem um rico e incomparável acervo artístico e arquitetônico, encontrados nas suntuosas igrejas, museus, ruas e casas que preservam toda a tradição e cultura. Visite o Brasil Barroco!

Marcadas pelo ciclo do ouro, escravidão e ideais revolucionários como a Inconfidência Mineira, as cidades históricas guardam relíquias como a arte barroca, conhecida no mundo inteiro pelas obras de artistas como Aleijadinho e Ataíde. Minas Gerais possui o maior acervo barroco do Brasil e algumas cidades como Diamantina e Ouro Preto receberam o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. A religiosidade de Minas está expressa nas belíssimas igrejas e festas populares que atraem turistas de todas as partes, e que se encantam com a hospitalidade de um povo acolhedor.

DO ERUDITO AO CONTEMPORÂNEO

Viajar pela Região das Artes e História de Minas é descobrir a beleza de suas expressões artísticas e se encantar com fascinantes trabalhos criados pelas mãos de um povo simples, humilde e talentoso. Gente capaz de se expressar através de obras que resgatam sua história, que representam seus sonhos, suas frustrações, suas tradições e sua fé. Um tesouro que faz parte da história de Minas e do Brasil, que você precisa conhecer.

 

Os roteiros "Do Erudito ao Contemporâneo” agrupam experiências e vivências sob um novo olhar da cultura e arte nos destinos: Belo Horizonte, Brumadinho, Congonhas, Grutas, Mariana, Ouro Preto, Sabará, Diamantina, São João Del Rei e Tiradentes, com duração mínima de 05 dias e 04 noites, dependendo da disponibilidade e curiosidade mínima do viajante.

OURO PRETO

De onde partem todos os caminhos: 

Arte, cultura e História!

Ouro Preto se destaca entre as cidades históricas brasileiras pelo conjunto barroco, considerado o maior do mundo, construído, durante o ciclo do ouro, pelos mais importantes mestres da arte e arquitetura barroca, como os mineiros Aleijadinho e Mestre Athayde. Um dos melhores roteiros é passear a pé pelas ladeiras e calçadas de pedras de Ouro Preto, acompanhando por um de nossos guias e observando o casario colonial. São centenas de construções - as casas mais simples, térreas e despojadas com porta e duas janelas, os sobrados com várias entradas e sacadas decoradas, os palácios, as capelas, as ermidas e as igrejas. Nem todos os prédios são originais do século 18 e 19, mas as réplicas, com o auxilio do guia que te motiva a observações mais atentas, podem ser reveladas.
 

Característica do Passeio: Cultural e Histórico

Duração: Aproximadamente 08h.  

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 100 km / 1:20min 

SABARÁ

A cidade das Tradições Reais onde tudo de que relux é ouro!

Uma serra chamada Sabarabuçu despertou o espírito explorador dos homens e a cobiça por suas entranhas, repletas de ouro e pedras.

A lenda transformou-se em realidade e Sabará tornou-se uma das mais importantes cidades auríferas do período barroco mineiro. O ouro descoberto trouxe glórias, riquezas, guerras, intrigas e paixões. Trouxe a arte, transformando a cidade em expressão barroca que se revela nas sombras,
nas formas sem razão, na rebeldia da matéria.
Em Sabará, o convite é desvendar a riqueza das lavras; o encontro dos rios das Velhas e Sabará; o teatro que encena a mortalidade dos homens; as igrejas e suas imagens; o casario imponente.
A história, cultura, arquitetura e gastronomia são suas particularidades mais valiosas esperando para serem garimpadas e redescobertas. Dezenas de construções barrocas estão guardadas bem pertinho de Belo Horizonte. Além das igrejas e dos casarios, Sabará é conhecida como a cidade da Jaboticada, do Ora-Pro-Nobis, da Palma Barroca, da  Luthieria  e  preserva os
costumes e as tradições.

Característica do Passeio: Cultural, Histórico e Artístico

Duração: Aproximadamente 05h.  

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 20 km / 0:45min

SÃO JOÃO DEL REI

Onde os sinos tocam!

Um cenário fascinante que integra religiosidade, história e natureza.

São João Del Rei desponta por sua tradição através da linguagem dos sinos, dos santeiros, das músicas do século XVIII, dos canteiros, dos museus e de personalidades da política brasileira. Em pleno crescimento cultural, São João Del Rei recebe, em 2007, o título de «Capital Brasileira da cultura», por causa de sua produção em todas as expressões artísticas.

Caminhar pela cidade  propicia  o encontro  com o  patrimônio material e imaterial, vislumbrando a beleza da Serra de São José. É também a terra do estanho e onde esta instalado o Museu  do Estanho  que  possui em seu acervo peças de diversos naufrágios, tendo como destaque as peças resgatada de um navio da guerra dos holandeses que afundou em 1648.

Característica do Passeio: Cultural, Histórico e Artístico

Duração: Veja informações importantes em Dicas de Viagem em Minas Gerais

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 225 km / 3:00h 

DIAMANTINA

A cidade que canta!

É preciso tempo para desvendar Diamantina. Caminhando por suas ruas bucólicas e musicais, conversando com os santos em suas inúmeras igrejas, convivendo com histórias e personagens do Brasil colonial e contemporâneo ou se encantando com as histórias de diamantes, jóias e garimpos, a cidade deixa em seus visitantes a sensação de volta ao passado.
Uma das cidades históricas mais conhecidas e visitadas do Brasil, um espetáculo para os olhos, ouvidos, paladar, enfim, para todos os sentidos. A cidade de uma forte tradição religiosa, folclórica e musical, com suas serestas e vesperatas. Com quase três séculos de fundação, Diamantina é uma cidade que soube conservar sua arquitetura, sua cultura e sua natureza. É lá que se encontra o único garimpo artesanal no Brasil aberto a visitação. Hoje, essas características, além de encantar a todos, trouxeram para a cidade o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, entregue pela UNESCO.

Característica do Passeio: Cultural, Histórico e Artístico

Duração: Veja informações importantes em Dicas de Viagem em Minas Gerais

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 295 km / 4:00h

MARIANA

Não é à toa que a cidade tem nome de moça bonita, daquelas que maravilham os olhos!

Mais antiga cidade de Minas Gerais, fundada em 1745, Mariana foi a primeira capital do estado e a primeira sede do bispado de Minas Gerais. De arquitetura colonial, sofre grande influência da música e das artes plásticas. Não é por acaso que a cidade ficou conhecida como «berço da civilização mineira». Berço de alguns dos homens mais importantes da história mineira, como o poeta e inconfidente Claudio Manoel da Costa e o pintor sacro Manoel da Costa Athayde. Ganhou um projeto urbanístico do experiente engenheiro militar José Fernandes Pinto de Alpoim e assim se tornou a primeira cidade planejada de Minas Gerais, com ruas em linhas retas e praças retangulares. E são nessas praças que estão guardadas uma infinidade de relíquias barrocas.
O charme dessa história povoa as ruas da cidade que preserva a arquitetura colonial, sendo guardiã de uma importante parte do patrimônio cultural e histórico de Minas Gerais.

Característica do Passeio: Cultural e Histórico

Duração: Aproximadamente 08h.  

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 124 km / 1:45min 

CONGONHAS

E o ouro virou pedra e cedro

A Cidade dos Profetas

Qualquer visita à Minas Gerais deve incluir, como ponto alto, uma parada em Congonhas. Não sou eu que digo, mas todo e qualquer especialista em arte e turistas em geral.
O Conjunto do Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, com suas seis capelas e uma igreja, se destacam na paisagem. Dentro de cada capela estão as cenas dos Passos da Paixão de Cristo esculpidas em Cedro pelo Mestre Aleijadinho e pintadas pelo Mestre Athayde.
Acima delas ergue-se uma imponente igreja, com doze escultura dos profetas em seu adro, quase como que se guardiões do templo.
Esse conjunto é a mais magnifica e relevante obra de arte do Barroco mundial. Uma demonstração de fé e devoção de um homem, tão grandiosa e deslumbrante que recebeu, merecidamente, o título de Patrimônio Cultural da Humanidade (UNESCO) em 1985.

Característica do Passeio: Cultural, Histórico e Artístico

Duração: Aproximadamente 05h.  

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 80 km / 1:00h 

TIRADENTES

A pequena Joia de Minas Gerais!

Cidade charmosa, Tiradentes conserva seu estilo de «Vilas do Rei», com seu trajeto urbano, suas imponentes edificações e suas manifestações na gastronomia, artesanato e natureza. Tiradentes não apenas se conhece, vive-se, caminhando em suas ruas de pedras, seus passeios de charretes, seus festivais de cinema e gastronomia. É possível percorrer 13 kn de história e belas paisagens no trajeto entre São João Del Rei e Tiradentes na famosa Maria Fumaça, inaugurada por Dom Pedro II em 1881 que funciona até hoje.
Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1938, a cidade mistura simplicidade e sofisticação.

Característica do Passeio: Cultural, Histórico e Artístico

Duração: Veja informações importantes em Dicas de Viagem em Minas Gerais

Dias de operação:  De Terça-feira à domingo

Mínimo de Pax: 01 Máximo de Pax: 25     

Tour Privativo em carro, van ou micro ônibus

Distância de BH: cerca de 220 km / 3:00h 

“Minas Gerais, inconfidente, lírica e sábia, cafeeira, barroca, do ouro das minas, santeira, serrana bela, idílica, atemporal, de pedra-sabão, dos horizontes, de terra antiga, canônica, sertaneja, benta e circuncisa, mineral e intelectual, da saudade, do queijo, do tutu, do milho e do porco, do angu, do frango com quiabo.

Minas em mim: Minas comigo.” 

Guimarães Rosa

ESTRADA REAL
Caminhos de uma inesquecível viagem com mais de 300 anos de história e 1600 Km de extensão, a Estrada Real passa por 199 munícios sendo a maior rota turística do Brasil.

Ela foi criada no século XVIII, quando a Coroa Portuguesa determinou que o ouro e os diamantes só deixassem Minas Gerais por trilhas outorgadas por
eles, por isso o nome de Estrada Real.
Percorrer a Estrada Real representa a oportunidade de entrar em contato com um Brasil antigo, conhecer os caminhos que, no passado foram desbravados por bandeirantes e exploradores em busca do ouro e diamantes. Essas vias surgiram a partir do século XVII - muitas delas originárias de antigas trilhas indígenas - e foram cenário de fatos determinantes para a história do Brasil . Graças à Estrada Real , ocorreram a
interiorização e a urbanização do País, além do surgimento de vilas e povoados que deram origem a algumas das principais cidades brasileiras.

Para tornar esse mergulho na história e cultura do nosso país ainda mais interessante para o viajante foi criado o Passaporte Estrada Real. Ele é bem parecido com o passaporte brasileiro mesmo.
O Passaporte é um brinde especial que a HT Happy Travel oferece aos seus viajantes que adquirem pacotes, estando incluídas pelo menos três cidades
históricas ou que pertencem à Estrada Real.
O Passaporte da Estrada Real deve ser carimbado nos pontos oficiais e apresentado no final para a retirada do Certificado.
Um único passaporte pode ser usado para percorrer os Caminhos Velho, Novo, dos Diamantes e Sabarabuçu. Em cada cidade, o viajante vai receber um carimbo com um pictograma que a representa.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now